Caldo de galinha pra quê!??!?!

29 06 2012

 

Quer um bife de frango douradinho e suculento?

Troque os temperos prontos (caldo de galinha e outros) por um mais natural, com mas sabor e nutrientes. Os temperos prontos são ricos em sódio e conservantes, as ervas em vitaminas e minerais.

Opções: alho, cebola, alecrim, manjericão, hortelã, salsinha, cebolionha, orégano, gengibre, coentro, cebora… e muito muitos outros.

Escolha os ingredientes que você mais goste, pique ou amasse, coloque 2 ou 3 colheres de azeite e passe no bife de frango (ou qualquer outra carne que quiser). Esquente a panela, coloque azeite ou óleo pra untar e prepare seu bife com muito mais saúde!!!

Dica: amasse no azeite alho, alecrim, hortelã e gengibre e um pouco de sal… passe no bife… quando o bige estive na panela adicione rodelas de cebola e espero o bife dourar de um lado, vire o bife e deixe que ele doure do outro lado. Essa é uma das misturas de ervas que mais gosto.

E ai? Qual é a sua?

BLOG: https://junutri.wordpress.com.br

FACEBOOK: https://www.facebook.com/nutricionistaeesteticista

PAGE FUN: https://www.facebook.com/pages/Nutri%C3%A7%C3%A3o-e-Saude-por-Juliana-Nascimento/220216884685066

Anúncios




Antioxidantes melhoram resultados clínicos em pacientes críticos

19 06 2012

Os pesquisadores observaram que houve uma redução significativa na mortalidade dos doentes que receberam a suplementação com os micronutrientes quando comparados com os doentes que receberam placebo. Houve também redução significativa no tempo de ventilação mecânica no grupo suplementado e apenas uma tendência para a redução de complicações infecciosas. Não houve efeito no tempo de internação hospitalar e na UTI.

Os autores encontraram que a suplementação de micronutrientes antioxidantes foi associada com redução significativa na mortalidade total entre os pacientes com maior risco de morte. Após analisar somente os estudos que continham selênio, os autores dessa metanálise observaram que houve menor mortalidade quando a suplementação foi de 500 mcg/dia, enquanto que estudos usando doses menores que 500 mcg não apresentaram efeitos sobre a mortalidade.

Os efeitos benéficos observados da suplementação de micronutrientes antioxidantes ocorreram quando foram administrados tanto por via oral, enteral e parenteral.

“Trabalhamos com a hipótese de que a suplementação exógena de vitaminas e minerais pode restaurar o estado antioxidante e contribuir para a melhora de resultados clínicos de pacientes críticos. Isso porque a doença crítica é caracterizada por estresse oxidativo, que é um grande promotor de inflamação sistêmica e falência de órgãos, devido à excessiva produção de radicais livres e depleção de defesas antioxidantes”, comentam os autores.

“Assim, demonstramos com essa metanálise que os micronutrientes antioxidantes podem ser capazes de diminuir significativamente a mortalidade e tempo de ventilação mecânica, além de uma tendência para a redução de complicações infecciosas em pacientes gravemente doentes. No entanto, mais pesquisas serão necessárias para determinar as doses e tempo de administração que aperfeiçoem o efeito terapêutico desses antioxidantes”, concluem.

 

Fonte: Nutritotal





Arroz branco ou integral? OS DOIS!!!

13 09 2011

Arroz integral

Essa é uma dúvida freqüente e com a mídia enchendo a bola do arroz integral muitas pessoas optam por ele sem saber o que está ganhando ou perdendo. Não sou radical a ponto de proibir um ou outro, acredito que é possível usar os dois e aproveitar o que cada um tem de melhor.

Quando comparamos as quantidades de nutrientes do arroz branco e do arroz integral crus o integral supera em muitos aspectos o branco já que o branco passa por processamentos que reduzem seus nutrientes, mas como o integral demora mais tempo para cozinhar e por isso fica mais tempo recebendo calor ele também perde muitos nutrientes, então comparando o arroz branco e o integral cozidos temos um equilíbrio e é esse equilíbrio que deve acompanhar seu cardápio.

Vamos entender as diferenças entre o arroz branco e o integral:

Se você tiver prática o arroz branco pode ficar pronto em 15 ou 20 minutos enquanto que o integral demora cerca de 40 para ficar totalmente cozido (é nesse tempo que eu disse que o arroz integral perde mais nutrientes). Mas o arroz branco também perde bastante no processo de refinamento. Se você analisar a tabela abaixo verá que o que um perde o outro compensa.

Eu gosto de indicar sempre os dois, acho interessante que a pessoa varie nas preparações e, porque não no tipo de arroz!?!? Você pode dividir a semana em 2 partes, segunda, quarta e sexta arroz integral, terça, quinta e sábado arroz branco e no domingo a clássica macarronada. Assim você evita de ficar enjoada de qualquer um dos tipos.

É interessante também procurar receitas novas para os dois tipos. Arroz com milho, arroz colorido (milho, vagem e cenoura), Arroz com beterraba, Arroz com frango, Arroz com carne de vaca, Arroz com lingüiça, Arroz de forno, Arroz com queijo, Arroz com cebolinha, Risotos, Arroz com peixe, Baião de dois e de três…. enfim… use a criatividade e faça o seu arroz mais saudável.

Outra dica importantíssima é ingerir arroz com feijão, sempre na proporção 2:1 (2 porções de arroz para 1 de feijão), essa combinação perfeita garante uma proteína mais completa no seu prato. E claro não se esqueça das carnes (de preferência as magras) e uma saladinha crua e outra cozida.

Tenho certeza que assim você aproveitará o melhor de cada arroz e ainda terá pratos diferentes todos os dias.

Veja você mesmo a diferença de nutrientes:





Brasileiros ingerem poucos nutrientes antioxidantes

12 07 2011

 Pesquisadores publicaram no Nutrition Journal que os brasileiros não ingerem a quantidade de vitaminas e minerais antioxidantes recomendada. Os dados da pesquisa indicam que independente de região, cor da pele, classe socio-econômica, escolaridade a ingestão foi baixa.

Os nutrientes analisados foram vitaminas A, C e E e os minerais selênio e zinco.

Os nutrientes antioxidantes tem papel fundamental na prevenção de doenças crônico degenerativas, especialmente o câncer. Além disso previne o envelhecimento precoce e minimiza os danos causados por estresse, ansiedade, poluição…

Não faça parte deste grupo. Inclua alimentos ricos em vitaminas antioxidantes em sua dieta.

Vitamina A: (alimentos amarelo alaranjados) mamão, manga, abóbora, cenoura, caju, pêssego, acelga, espinafre…

Vitamina C: laranja, acerola, caju, goiaba, limão, abacaxi, kiwi, pimentão, rúcula, alho, cebola, morango…

Vitamina E: óleos vegetais, azeite, germe de trigo, semente de girassol, soja, nozes, amendoim, linhaça…

Selênio: Castanha do Pará, camarão, salmão, arroz integral…

Zinco: Ostras, amendoim, castanha de caju, feijão, amêndoas…

FONTE: Nutritotal

Leia também:





EUA anunciam mudanças nas regras para venda de protetor solar

22 06 2011

Foi anunciado no Jornal Nacional do dia 15 de Junho de 2011, as novas regras americanas em relação aos produtos com FPS – Fator de Proteção Solar.

Fabricantes só vão poder dizer que um filtro protege do risco de câncer de pele se tiver, pelo menos, fator 15 e se bloquear os raios UVB e UVA.

Eles não vão poder mais dizer que os protetores são à prova d’água ou suor.

 

Veja aqui no link a matéria:

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2011/06/eua-anunciam-mudancas-nas-regras-para-venda-de-protetor-solar.html

 

Depois que ler (assistir) a matéria, confira no link  a seguir os 225 produtos com Fator de Proteção Solar que receberam o exclusivo selo de recomendação da Fundação Americana de Câncer de Pele: http://www.skincancer.org/seal/display.php?c=2

 

Para saber como cuidar de sua pele também através da alimentação clique aqui:





Principais nutrientes para a pele.

15 06 2011

A pele é uma das partes do corpo mais valorizadas pelas pessoas, principalmente nós brasileiras que temos o clima a nosso favor e passamos a maior parte do ano com a pele em exposição. E não é porque estamos passando por um período mais frio e com mais roupas que podemos deixar de lado os cuidados básicos e essenciais da nossa pele para que ela chegue no verão impecável.

Existem as regras básicas que a maioria já sabe como passar hidratante todos os dias, não tomar banho com a água muito quente, escolher bem o sabonete e a bucha que irá usar, fazer esfoliação as vezes…

Mas também tem os cuidados na alimentação. A pele, assim como qualquer outro órgão necessita de nutrientes para manter-se linda e radiante.

Como são muitos os nutrientes, separei os que julguei mais importantes e fiz uma lista de alimentos que são ricos nestes nutrientes.

Pra começar, a vitamina A, que é um antioxidante excelente a atua diretamente na pele e ainda ajuda cabelos e unhas. A vitamina B1, também chamada de tiamina, a B2 (riboflavina) e a B6 (piridoxina) também ajudam a manter uma pele saudável. A vitamina C é importante na formação do colágeno (sem ele aparecem as temidas estrias) e na cicatrização. A vitamina E é antioxidante e por isso previne o envelhecimento precoce. Biotina alivia eczemas e dermatites. O magnésio importantíssimo na formação de tecidos. O silício melhora unhas quebradiças, queda de cabelo e elasticidade da pele. E não poderia deixar de falar do resveratrol da uva que é um antioxidante.

 

Veja abaixo a lista dos alimentos que contém maior quantidade destes nutrientes citados acima.

Espinafre

Fígado

Chicória

Tomate

Mamão

Abóbora

Banana

Cereais integrais

Limão

Laranja

Abacaxí

Goiaba

Cajú

Alface

Agrião

Cenoura

Pimentão

Espinafre

Germem de trigo

Nozes

Castanhas

Amendoim

Beterraba

 

E água, muita água…

 

 

 

(Vale lembrar que estes são somente alguns nutrientes e que é necessário uso contínuo e regular. E que é um estilo de vida saudável que garantirá a saúde de sua pele)