Projeto: Obesidade e Desperdício em escola municipal em Uberlândia

31 05 2011

Com base na campanha do CFN “Fome, obesidade, desperdício: não alimente este problema” desenvolvi um projeto para Escola Municipal Professor Leôncio do Carmo Chaves em Uberlândia/MG.

Foram realizadas 3 palestras, sendo 1 por semana.

Na primeira falei sobre despedício de alimentos, qual o impacto disso no Brasil e no Mundo, quanto se joga fora de acordo com dados do IBGE, como aproveitar melhor esses alimentos. Além disso reuni algumas receitas, imprimi para cada aluno e pedi que fizessem em casa.

Os alunos que preparam as receitas adoraram e a que mais gostaram foi a do bolo de bagaço de milho verde (segue receita a baixo).

Muitos alunos sabiam de algumas receitas, mas também disponibilizei algumas diferentes. E eles ainda deram suas receitas.

Falar sobre desperdício de alimentos com esses alunos foi muito importante e bastante motivador, já que pude perceber que gostaram e que realmente colocariam em prática.

A segunda palestra abordou o tema obesidade. Um tema muito discutido, mas ainda delicado, especialmente porque muitos na sala estão acima do peso.

Descrevi de forma simples e objetiva a pirâmide alimentar e como ela pode ser empregada desde o café da manhã até a ceia, usando alimentos baratos, fáceis de encontrar e, principalmente, saudáveis. Durante a palestra também dei dicas de preparações diferentes, de formas mais saudáveis de utilizar os alimentos. 

Por exemplo:  Você já comeu chuchu cru? É muito gostoso. Basta descascar, ralar e temperar com limão, azeite e um pouco de sal que fica perfeito.

No último dia levei geléia de casca de maracujá e algumas torradas para eles experimentarem e uma das alunas levou o bolo de bagaço de milho verde.

Além disso eu expliquei como é uma consulta com nutricionista. Muitas pessoas não sabem como funciona e por isso acham que não é tão importante assim. Acredito que consegui fazer com que entendessem como é importante ter acompanhamento nutricional, principalmente quem possui alguma patologia.

Como a campanha do CFN também abrage FOME, não deixei este tema de fora. Durante as três semanas arrecadamos alimentos para doação ao Instituto Mãos Dadas. Um instituito que cuida de mulheres que tem filhos internados no Hospital das Clínicas e não tem condições de se hospedar um hoteis.

 

Abaixo a receita:

Bolo de bagaço de milho verde

Ingredientes

2 colheres (sopa) de margarina ou manteiga
1 colher (sopa) de fermento em pó
7 xícaras de bagaço de milho verde
2 xícaras cheias de farinha de trigo
1 xícara de leite de coco
2 xícaras rasas de açúcar
Sobras de queijo (opcional)
3 clara em neve
3 gemas

Modo de Preparar

Bater a manteiga com o açúcar e as gemas até formar um creme. Juntar a farinha, o leite, o bagaço de milho e o fermento pela ordem dos ingredientes, mexendo delicadamente.
Despejar em uma fôrma untada e colocar alguns pedacinhos de queijo na massa; assar em
forno quente.

Obs: Para fazer este bolo, utilize o bagaço que sobrou do mingau de milho verde ou da
pamonha.

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes, leve ao fogo até ferver e reserve.  Depois do bolo assado, espalhe esta cobertura por cima e deixe esfriar.


 

Agradecimento especial a Diretora, Consuelo, as Vice-diretoras Deborah, Andreia e Mariza e a Professora Cidinha que me receberam e abriram as portas da escola. E aos alunos que foram muito receptivos, educados e participativos. OBRIGADA!!!

 





Pescados, como saber se estão bons?!?!

27 05 2011

Megaminas.com em 26/05/2011:

A Polícia Militar de Meio Ambiente apreendeu na tarde desta quinta-feira (26) em Uberlândia, mais de meia tonelada de peixe. O produto estava sendo comercializado de forma irregular. Segundo a Polícia Ambiental, os peixes estavam sendo vendidos na rua, o que é proibido.

“Abordamos o homem na rua mesmo enquanto ele vendia os produtos”, explica o cabo da PM, Ermírio Resende. Depois os policiais foram até um local onde o dono da mercadoria armazenava os peixes. Na fachada está escrito “peixaria”, mas segundo a polícia, ele não tem licença para o comércio. “Ele diz que é pescador profissional e alega ser feirante, mas não tem licença para ter peixaria”, destaca o cabo.

Durante a reportagem, o dono do estabelecimento, Geraldo Gerônimo, tentou impedir a equipe da TV Integração. Ele chegou a colocar o dedo na câmera e falar para não ser filmado. Mas em seguida o policial pediu para ele tirar o dedo da câmera e afirmou que ele estava errado.

Seiscentos quilos de pescado foram apreendidos, a maioria sem condições de consumo. Os peixes foram levados para o aterro sanitário. O repórter da TV Integração fez um boletim de ocorrência.

 

Esse senhor teve seus peixes apreendidos, mas e os que não são denunciados ou pegos pela polícia como ele e continuam vendendo os produtos sem condições de higiêne adequada e com o prazo de validade extrapolado.

Veja abaixo algumas dicas para saber se o peixe que você quer comprar está ou não em ótimas condições:

 

 

Peixe fresco

 

  • Estar livre de: contaminantes físicos (areia, pedaços de metais, plásticos e/ou poeira), químicos (combustíveis, sabão e/ou detergentes) e biológicos (bactérias, vírus e/ou moscas).
  • Aparência: ausência de manchas, furos ou cortes na superfície.
  • Escamas: bem firmes e resistentes. Devem estar translúcidas (parcialmente transparentes) e brilhantes.
  • Pele: úmida, tensa e bem aderida.
  • Olhos: devem ocupar toda a cavidade, ser brilhantes e salientes, sem a presença de pontos brancos ao centro do olho.
  • Membrana que reveste a guelra (opérculo): rígida, deve oferecer resistência à sua abertura. A face interna deve estar brilhante e os vasos sanguíneos, cheios e fixos.
  • Brânquias: de cor rosa ao vermelho intenso, úmidas e brilhantes, ausência ou discreta presença de muco (líquido pastoso).
  • Abdômen: aderidos aos ossos fortemente e de elasticidade marcante.
  • Odor, sabor e cor: característicos da espécie que se trata.
  • Conservação: deve ser mantido sob refrigeração ou sobre uma espessa camada de gelo.

 

 

 

Peixe congelado

 

  • Conservação: verifique se o produto está armazenado na temperatura de conservação informada pelo fabricante na embalagem. Os produtos não podem estar amolecidos ou com acúmulo de líquidos, sinal de que passaram por um processo de descongelamento. A presença de gelo ou muita água indica que o balcão foi desligado ou teve sua temperatura diminuída temporariamente.

 

 

 

Peixe salgado seco

 

No Brasil é reconhecido como bacalhau todo opeixe salgado e seco. Existem no mercado nacional cinco espécies de peixe diferentes: Gadus morhua (Cod) e Gadus macrocephalus, que são reconhecidas como bacalhau legítimo, e Saithe, Ling e Zarbo.

 

Na hora de comprar o bacalhau é preciso estar atento a algumas dicas:

  • O produto deve ser armazenado em local limpo, protegido de poeira e insetos;
  • Verifique se não há a presença de mofo, ovos u larvas de moscas, manchas escuras ou avermelhadas, limosidade superficial, amolecimento e odor desagradável, que indicam que o produto não está bom para consumo;
  • Quando vendido embalado, deve apresentar no rótulo a denominação de venda, data de validade, país de origem, prazo de validade, selo de inspeção federal e outras informações obrigatórias;

 

 

 

Crustáceos

Devem ter aspecto geral brilhante, úmido; corpo em curvatura natural, rígida, patas firmes e resistentes; pernas inteiras e firmes; carapaça bem aderente ao corpo; coloração própria à espécie, sem qualquer pigmentação estranha; não apresentar coloração alaranjada ou negra na carapaça e apresentar lhos vivos, destacados, cheiro próprio e suave.

 

 

 

Caranguejos e siris

Devem estar vivos e vigorosos; possuir cheiro próprio e suave; aspecto geral brilhante, úmido; corpo em curvatura natural, rígida, patas firmes e resistentes; pernas inteiras e firmes; carapaça bem aderente ao corpo; coloração própria à espécie, sem qualquer pigmentação estranha e devem apresentar olhos vivos, destacados.

 

 

 

Mariscos

Devem ser expostos à venda vivos, om valvas fechadas e com retenção de água incolor e límpida nas conchas; apresentar cheiro agradável e pronunciado; ter a carne úmida, bem aderente à concha, de aspecto esponjoso, de cor acinzentada-clara nas ostras e amarelada nos mexilhões.

 

 

 

Polvos, lula

Devem ter a pele lisa e úmida; olhos vivos e salientes; carne consistente e elástica; cheiro próprio (levemente adocicado); e ausência de qualquer pigmentação estranha à espécie.

Basta seguir as dicas e não comprar estes produtos de qualquer lugar pra usufruir de todos os benefícios da espécie.

Fonte: ANVISA e Megaminas

 





Café diminui o risco de câncer de próstata

27 05 2011

Noticia boa para os homens…

Um estudo publicado na revista científica The Journal of National Cancer Institute diz que o consumo de 6 xícaras de café por dia reduz significativamente o risco de câncer de próstata, independente de ser com ou sem cafeína. E os que consumiam mais de 6 xícaras apresentaram ainda menos chance de desenvolver a doença.

Os autores explicam que isso se deve a compostos biologicamente ativos presentes no café, o que inclui os ácidos fenólicos (eles tem atividade antioxidante e pode afetar o metabolismo da glicose e os níveis hormonais sexuais), os ácido clorogênicos (inibe a absorção de glicose no intestino e pode alterar favoravelmente os níveis de hormônios intestinais que afetam a resposta insulínica).

Mas também não é pra sair por ai consumindo café indiscriminadamente. Estes estudiosos também resaltarm que são necessários mais estudos, visto que confiaram na dieta que os “pesquisados” disseram que comiam e eles ainda foram avaliados a cada 4 anos, perdendo assim as flutuações no consumo.

Que o café faz bem, nós sabemos, porém é importante ter cautela e não exagerar, ok!

Fonte: Nutritotal





Pós Graduação: Docência no Ensino Superior

20 05 2011

Chegou em Uberlândia a pós graduação em Docência do Ensino Superior.

Se você deseja ministrar aulas em alguma universidade, faculdade… precisa fazer pós em DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR.

O Instituto Educacional Tucuruvi (IET) e a Faculdade da Aldeia de Carapicuíba (FALC) trouxeram para Uberlândia (MG) este curso tão importante para nós e por uma mensalidade bastante razoável.

Turmas inciando no 2º sabado de junho (11/06/2011)

Local: Colégio Apogeu

Carga horária: 360 horas

Duração: 12 meses – aulas aos sábados das 9 as 16 horas

Disciplinas do curso

  • Didática do ensino superior
  • Fundamentos da educação
  • Psicologia da aprendizagem
  • Metodologia da pesquisa I
  • Avaliação educacional
  • Qualidade na educação
  • Comunicação oral
  • Tecnologias e Educação
  • Metodologia da Pesquisa II
  • Normas e Legislação
  • Lígua portuguesa
  • Concepções do processo inclusivo no ensino superior

 

Matrícula R$200,00 + 20 x de R$100,00

 Matrícula no ato e as demais parcelas no boleto bancário com vencimento todo dia 15

*podendo ser dividido em menos vezes, se você prefeir

Documentos para matricula:

  • Duas fotocópias do diploma de graduação
  • Duas fotocópias do histórico escolar
  • Duas fotocópias do documento de identidade e CPF
  • Duas fotocópias do comprovante de residência
  • Duas fotocópias da certidão de nascimento ou de casamento
  • Uma doto 3×4 recente

Certificação:

FALC: Faculdade Aldeia de Carapicuíba (Criada e autorizada pela portaria do MEC n3966 de 30/12/2002 – DOU 252 de 31/12/2002, seção 1 pág. 33)

Matriculas feitas comigo Nutricionista Juliana Nascimento de Oliveira.

Entre em contato e agendamos um horário.

Telefones: 3211-3881 / 3217-0071 / 9222-7076 (tim) / 8814-8827 (oi)

e-mail: juliana.nutricao@hotmail.com

 

Eu vou fazer e vc?





Pimentão – Diferenças básicas

11 05 2011

Existem vários tipos de pimentão mas os mais comuns são verde, vermelho e amarelo. A diferença de preço entre eles é nítida, mas será que existe alguma diferença quanto a composição nutricional? Isso é o que nós vamos ver.

 

Quando comparamos as informações nutricionais dos pimentões vemos que o amarelo é mais rico em algumas vitaminas e minerais que o verde e o vermelho.

O Cálcio, que é excelente para ossos e dentes, contração muscular e outros, está em maior quantidade no verde e no amarelo.

O Fósforo é componente na energia, sem ele é impossível formá-la, além disso dá maior solidez a ossos e dentes e atua na contração muscular também é encontrado em amior quantidade no amarelo e um pouco menos no vermelho.

O Potássio é importantissimo para o equilóibrio osmótico do nosso corpo e para o crescimento celular. O pimentão amarelo tem quase o dobro da quantidade encontrada no vermelho que é bem maior que o verde.

O pimentão vermelho tem quantidades consideráveis de vitamina B1 seguido pelo amarelo. Esta vitamina atua no metabolismo da glicose e suas deficiências podem causar perda de memória e de apetite, perturbações do sono, cansaço, irritabilidade e outros.

A vitamina B2 participa do metabolismo das proteínas. E sua deficiência causa feridas na boca, deixa a pessoa mais propícia a candidíase e muitos outros sintomas. O amarelo apresenta maior quantidade e o vermelho um pouco menos.

Somente o pimentão amarelo contém quantidades significativas de vitamina B6. Ela é usada no tratamento de depressão e sintomas da TPM, além disso partcipa assim como a B2 do metabolismo das proteínas

Vitamina C, bastante famosa por prevenir resfriados, é essencial na formação da pele e recuperação de feridas e queimaduras, melhora a absorção do ferro e vários utros benefícios, está em grande quantidade nos três pimentões, mas o amarelo e o vermelho se destacam.

Agora que você já sabe a diferença nutricional entre os três primentões mais consumidos basta escolher o seu. O amarelo é bem mais nutritivo que o vermelho e o verde. O vermelho está em segundo lugar e por último o verde. O custo do amarelo é muito mais elevado que o dos outros dois, mas ás vezes é necessário avaliar também o custo benefício e incluir o pimentão em nossa dieta.





Maionese, Margarina ou Manteiga? Qual escolher?

9 05 2011

Essa é uma dúvida muito comum no consultório, então decidi postar pra vocês qual a melhor opção.

Muitas pessoas pensam que a maionese é a maior vilã, mas não é bem assim. Para sabermos quais as qualidades e “pecados” de cada uma vamos analisar os rótulos e os ingredientes de cada uma.

Vamos começar, então com os conservantes. A Manteiga é composta basicamente por leite pasteurizado e Cloreto de sódio (sal) sem nenhum aditivo a mais. Ponto pra manteiga.

Quando falamos de calorias 1 porção de maionese (12g) tem 21Kcal enquanto 1 porção de manteiga (10g) tem 74Kcal e 1 de margarina (10g) 72KCal. Ponto pra maionese.

Os carboidratos são mínimos e todos os casos a margarina e a manteiga não tem nada e a maionese tem apensa 1,1g. Ponto pra nenhuma.

Proteína zero pra maionese e margarina e 0,2 pra manteiga. Sem pontos novamente.

Gorduras totais. A maionese tem apensa 1,8g e pra compensar a margarina e a manteiga tem 8g e 8,4g respecitivamente. Pontão pra maionese

Mas precisamos analizar mais profundamente essas gorduras. A Margarina tem 2g de saturada, zero de trans, 2g de monoinsaturada e 3,7 de poliinsaturada. A Manteiga tem 5g de saturada e 0,2 de trans. E a maionese tem 0,3g de saturada, zero de trans, 1g de monoinsaturada, 0,5 de poli e ainda contém 0,1g de ômega 3. Mais uma vez ponto pra maionese, a margarina em 2º lugar e por último  manteiga.

Colesterol. Zero na margarina e zero em alguns tipos de maionese. Mas a Manteiga contém uma quantidade significativa de colesterol, em média 200mg/100g. Ponto pra Margarina e pra Maionese.

Fibra alimentar zero para todas também, mas hoje existem algumas marcas de margarina com fibras, então ponto pra margarina (se tiver fibras, ok!).

O sódio principal responsável pela hipertensão e bem maior na maionese (105mg). A margarina tem 60mg e a manteiga 68mg. Mais um ponto pra margarina.

A margarina ainda tem vitamina A 45mcg descrita no rótulo e a Maionese 3,3mg de vitamina E. Ponto pra elas porque contaram para os consumidores o que tem de bom lá dentro.

Contagem de porntos!!!

A manteiga ficou só com 1 potninho, o dos conservantes. A Margarina ficou com 3 pontos e 1 segundo lugar. E a Maionese com 4 pontos. Dá para perceber que são bastate diferentes e que optar por uma e por outra vai mudar bastante sua qualidade de vida. Se você não consegue deixar a manteiga de lado, então não a consuma todos os dias. A maionese que é a melhor opção também não pode ser usada com exagero, já que em alguns quesitos ela perde, por exemplo o sódio. Hoje há divesas marcas no mercado e basta escolher a melhor opção, tem maionese feitas de leite, com baixo teor de gordura, margarinas com fibras, tem os produtos light que tem menor quantidade de calorias, enfim, são muitas as opções, basta prestar um pouquinho mais de atenção nos rótulos.

Ah! Lembre-se de manter as três em geladeira a 10ºC, ok!





Tenha uma nutricionista em sua escola

2 05 2011

Sabe-se que o número de pessoas obesas aumentou muito nos últimos anos e segundo o IBGE o número de crianças em sobrepeso e obesidade também é bastante alto. Segundo os gráficos publicados no site o percentual de crianças entre 5 e 9 anos com excesso de peso mais que dobrou desde de 89 e o de obesos é assustador. Os dados não são menos preocupantes com adolescentes de 10 a 19 anos.

A maioria destas crianças e adolescentes de 5 a 19 anos estão na maior parte do tempo nas escolas, daí a importância de um profissional capacitado para elaborar os cardápios equilibrados de acordo com as necessidades deles, que são o futuro de nossa geração. Não basta somente colocar algumas verduras no almoço e frutas de lanche, são imprecindíveis cálculos de calorias e nutrientes, para assim oferecer uma alimentação balanceada, equilibrada, harmoniosa e saborosa.

Um histórico de excesso de peso e obesidade na infância e adolescencia faz com que estes sejam adultos com sérios problemas de saúde, como diabetes, hipertensão, infarto e outras doenças cardiovasculares.

 

[clique na imagem para ampliá-la]

ENTRE EM CONTATO E OFEREÇA ALIMENTAÇÃO DE QUALIDADE A SEUS ALUNOS!!!

juliana.nutricao@hotmail.com