Nota rápida: Saiba usar os suplemetos

18 01 2011

Não adianta usar o melhor suplemento se a dieta não é balanceada, por exemplo Whey protein + dieta com pouco carboidrato = gasto de proteína para fornecer energia e não para hipertrofia

Por isso a necessidade de procurar um nutricionista competente para orientar quanto aos melhores alimentos para você.





Nutrição aplicada a atividade física

18 01 2011

Além do lado estético e redução da obesidade a prática de atividade física é apontada como um dos fatores importantes para a prevenção, tratamento e cura de algumas doenças como diabetes, câncer de cólon e de útero, doenças do coração e outras.

Tanto o atleta quanto os praticantes de atividade física necessitam de uma alimentação saudável, seja para atigir os objeticos estéticos ou de saúde esperados, seja para melhorar o desempenho e prevenir lesões e infecções que prejudicam a competição.

É comum ouvir nas academias a preocupação em atingir o peso ideal, ganhar massa, ficar bombado. E por isso o foco está nos suplementos protéicos, caloricos ou nos termigênicos. Eles são muito importantes e podem ajudar muito se usados adequadamente. Mas também existem outros pontos que precisam ser lembrados para garantia de saúde, que são as vitaminas e minerais.

– Para produção de energia, síntese e degradação dos compostos as vitaminas lipossolúveis – A, D, E e K – são essenciais.

– Os carboidartos são utilizados para formação de energia com ajuda das vitaminas do complexo B que são reguladoras do processo aeróbico.

– As vitaminas antioxidantes (C, E e A) atuam como “varredoras” de radicais livres, que são amplamente produzidos durante a atividade física, prevendindo enfermidades como câncer, diabetes e cardiovasculares.

– A carência de vitaminas do complexo B altera o metabolismo energético, ocasiona prejuízos na função neuromotora e consequentemente fadica, dores musculares, náuseas, anorexia, depressão e queda de desempenho.

– A baixa ingestão de vitamina A e outros antioxidantes além de agravar danos causados pelos radicais livres, causa prejuízo na imunidade predispondo a infecções.

– O cálcio é importantissimo para a contração muscular e sua deficiência aumenta o risco de fraturas e causa osteoporose e osteopenia.

– O ferro ajuda no transporte de oxigênio e por isso sua falat diminui o rendimento esportivo em razão de sintomas como fadiga, sonolência e falta de concentração, além de causar anemia ferroprova.

– O cromo é responsável pela manutenção da insulina e estimula a síntese protéica.

Zinco, cobre, manganês e selênio são antioxidantes e combatem a produção de radicais livres. O Zinco, além de antioxidante também atua na produção de energia e crescimento e reparo de tecidos.

Entendeu porque é tão importante preocupar-se também com as vitaminas e não somente com suplementos protéicos e termogênicos?

Se você já pratica ativiade física e não se preocupa em ter uma alimentação balanceada, rica em vegetais, frutas, legumes, fibras e pobre em gorduras, mas não deixa de tomar o suplemento pra granhar massa muscular talvez ainda não tenha sentido os sintomas da carencia vitaminica e mineral ou não soube entender os sinais que seu corpo e deu. É importante que você enetenda que os problemas começam de dentro pra fora, ou seja, seu órgãos sentem primeiro e as vezes você nem perceba isso, mas fique atento pois quando você perceber os prejuízos causados por uma alimentação irregular e o excesso de suplementos pode ser tarde demias. 

Fonte: Tratado de Alimentação, Nutrição e Dietoterapia – Sandra M. Chemin S. da Silva e Joana D’Arc Pereira Mura