Batata – saborosa e muito saudável

26 09 2012

Quando você pensa em batata qual a primeira imagem vem a sua mente?

Se for essa  ai em cima está na hora de mudar seus hábitos e começar a aproveitar o que a batata tem de melhor.

Vista como vilãs das dietas a batata é consumida com culpa pela maioria das pessoas, mas não precisa ser assim, se preparada da maneira correta você aproveita todos os benefícios sem interferir na balança.

Está duvidando? Veja abaixo alguns dos benefícios de consumir batata.

 

Ela possui uma proteína chamada patatina que ajuda na formação da membrana celular mantendo-a íntegra, além de ser um potente antioxidante. Além desde ainda é rica em quercetina, flavonóides e vitamina C que também são antioxidantes.
Os antioxidantes são essenciais para a prevenção de câncer, doenças cardiovasculares, envelhecimento precoce e muito mais.

Batata contém triptofano e lítio que auxiliam em quadros de depressão.

É rica em vitaminas do complexo B, principalmente vitamina B6, importantíssima para o funcionamento do Sistema Nervoso Central e formação de células no organismo, além de estar envolvida em mais de 100 reações enzimáticas.

Ela não é tão calórica assim, uma porção de 100g tem aproximadamente 58Kcal.

As fibras ajudam no fluxo intestinal, reduz absorção de glicose (então está liberada pra diabéticos), diminui a absorção de gordura…

Kukoamines, essa substância de nome estranho ajuda a reduzir a pressão arterial em hipertensos.

Contém melatonina que melhora o sono e epinefrina que alivia o estresse.

É fonte de vitamina K, responsável por tornar os vasos sanguíneos mais elásticos, prevenindo doenças cardiovasculares.

Contém 2,1% de proteína de alto valor biológico, boa qualidade e fácil digestão.

Mas para aproveitar tudo isso é bom que ela seja cozida ou assada e com casca. Se você não gosta da casca é só retirar quando ela já estiver pronta. Nunca cozinhe ou asse descascada para não perder os nutrientes, ok!
Não vou te proibir de comer batata frita, mas você tem que me prometer que vai evitar. No máximo uma vez por mês, ok!

É importante saber também que ela não deve ser consumida crua, pois contém piritina, uma proteína que precisa de calor para amolecer. Se consumida crua, pode até causar náuseas.

 

E ai? que tal batata pro almoço de amanhã?





Fuja do Diabetes

2 05 2012

Sedentários de plantão, um estudo recente, de pesquisadores da Northwestern University, concluiu que indivíduos que não praticam atividade física após os 20 anos de idade tem mais chances de contrair Diabetes tipo II. Eles analisaram 3.989 pessoas durante 20 anos e constaram que a explicação para esse fato é que nas pessoas com mais de 20 anos setentárias o IMC (Índice de Massa Corporal) foi maior.

Atenção!!! Procurem um educador físico e encontre um exercício que seja específico para seu caso e que você goste.

 

Saiba mais sobre dibetes aqui: Diabates





Carne processada está associada com desenvolvimento de diabetes

11 02 2012

Estudo publicado por pesquisadores da Universidade de Washington mostrou que o consumo de carnes processadas (mortadela, salsicha, linguiça, presunto, salame, entre outros) foi associado com maior risco para o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Foi observado que o consumo acima de 11,4g de carne processada por dia, especialmente do tipo spam (spiced ham, no Brasil conhecido como fiambre) foi associada com maior risco para o desenvolvimento de diabetes.

Se compararmos com o consumo elevado (mais de 2 porções/semana) de carne vermelha não há associação com maior incidência de diabetes.

Os pesquisadores sugerem alguns mecanismos biológicos que possam explicar esses resultados. As carnes processadas são ricas em aditivos e conservantes, incluindo o nitrato de sódio, o que pode influenciar o risco de diabetes. As nitrosaminas presentes nesses tipos de alimento possuem efeito tóxico nas células beta do pâncreas. Além disso, as carnes processadas também são ricas em produtos finais da glicação avançada e que está associada a um aumento de inflamação e estresse oxidativo. Estes últimos são fatores de risco para o desenvolvimento de diabetes. Outro aspecto importante é que uma dieta rica em carnes processadas pode causar ganho de peso e obesidade, que também são fatores de risco para o diabetes.

FONTE: NUTRITOTAL





Jabuticaba

21 09 2011

De origem brasileira a jabuticaba inspira muitas receitas de dar água na boca. E além de muito saborosa (tanto em receitas como in natura) é muito nutritiva.

A casca e a polpa contém pectina, uma fibra que age no combate ao coleterol. A pectina também auxilia na redução da velocidade de absorção dos alimentos, à medida que são ingeridos (Atenção Diabéticos!!!É indicada para reduzir as taxas de açúcar no sangue). Auxilia na eliminação de toxinas do organismo e na função biliar.

A jabuticaba é rica em antocianina um antioxidante do grupo dos bioflavonóides que e muito mais potente que a vitamina E e vitamina C, assim combatem radicais livres responsáveis por causar inflamações, intoxicações, infarto, doenças degenerativas, câncer.

A antocianina ainda protege e estimula a repação dos tecidos ricos em colágeno dando mais firmesa e elasticidade a pele (evitando rugas, estrias), as paredes das artérias (prevenindo doenças cardiovasculares). Protegem também as células cerebrais auxiliando na memória e combate a sensibilidade. Dá um gás nas defesas do organismo, mais disposição e resistência física.

Para os diabéticos a antocianina auxilia na estabilização da taxa de açúcar no sangue.

Cada grama de jabuticaba (segundo a UNICAMP) tem 314mg de antocianina, mais que a uva (227mg) e a amora (290mg). Não descarte as cascas pois a antocianina é encontrada principalmente nelas.

Essa frutinha ainda é rica em FERRO que ajuda no combate a anemia; FÓSFORO atua no sistema nervoso melhorando quadros de estresse, formação de energia e sistema imunológico; VITAMINA C que é antioxidante, ajuda na absorção de ferro, previne fadiga crônica, varizes; NIACINA auxilia na prevenção de fraqueza muscular, indigestão, acne, anorexia.

Ela é pouco calórica, aproximadamente 45 calorias por 100g.

PARA CRIANÇAS!!!

Para todos, mas especialmente para elas. Os pais que tem dificuldade de fazer os filhos comerem frutas podem fazer sucos com a jabuticaba. eles ficam com coloração diferentee continuam com sabor e nutrentes.

Pode-se misturar a jabuticaba a qualquer fruta que fica muito gostos.Mas se quiser uma coloração deiferente…

Vermelho: adicione algumas gotas de limão fresco ao suco de jabuticava.

Azulado: bata a polpa e a casca da jabuticaba com abacaxi.

É um pouco complicado encontra jabuticaba para vender (pelo menos aqui em Uberlândia) então uma solução simples para te jabutica sempre é plantar uma jabuticabeira, é possivel encontrar a planta “grande” e com frutos e ainda há aquelas que não crescem muito e podem ficar até na sacada de um apartamento.

FONTE:

Portal da Educação





Descubras as Diferenças e os Benefícios das Castanhas…

4 08 2011

Elas são gostosas, saudáveis, já foram capa de várias revistas, sim as castanhas ou oleaginosas são muito famosas por seus benefícios. Mas, existe muita dúvida, como por exemplo: elas são todas iguais? E o que mais ouço…elas engordam?! Então, vamos esclarecer as diferenças entre elas.

Um recente estudo da Universidade de Scranton, nos Estados Unidos, mostrou que uma determinada quantidade de nozes contém duas vezes mais antioxidantes do que a mesma quantidade de castanhas, amêndoas, amendoins, pistaches, avelãs, castanhas-do-pará, castanhas de caju, macadâmias. Além disso, os antioxidantes presentes nas nozes têm maior qualidade e potência do que os dos outros frutos secos analisados.
 
Os antioxidantes encontrados nas nozes são entre duas a 15 vezes mais poderosos do que os da vitamina E, também conhecida pelo seu benefício antioxidante. Os antioxidantes impedem reações químicas que ocasionam mudanças na estrutura molecular das células do corpo.
 
Pesquisas anteriores demonstraram que o consumo regular de pequenas quantidades de frutas oleaginosas pode reduzir o risco de doenças cardíacas, alguns tipos de câncer, diabetes tipo 2 e outros problemas de saúde. As porções dessas frutas consumidas devem ser pequenas. Sete ao dia são o suficiente para obter os benefícios para a saúde descobertos nos estudos.
 
A castanha do Pará rebatizada recentemente como castanha do Brasil (mas ninguém a chama desta forma), é uma excelente fonte de selênio, 1 castanha contém a recomendação diária deste mineral. O selênio participa da formação de diversas enzimas no nosso organismo, inclusive dos hormônios da tireóide. Além disso, é um excelente antioxidante que combate o envelhecimento celular. Além disso, trabalha para manter mais ativo nosso sistema imunológico, também acaba por proteger as células do sistema nervoso das doenças neurodegenerativas como Parkinson e Alzheimer e também está associado à capacidade do organismo de eliminar metais pesados.
 
Segundo estudo americano publicado no periódico especializado Journal of the American College of Nutrition, a amêndoa tem propriedades que protegem o corpo contra o diabetes tipo 2 e as doenças cardíacas. Os médicos verificaram que após a introdução no cardápio, houve nos pacientes um aumento da sensibilidade à insulina, o que melhora o processamento de açúcares pelo corpo. Os voluntários apresentaram também uma significativa redução dos níveis de LDL, o chamado mau colesterol, no sangue.
 
Outra pesquisa desenvolvida no City of Hope National Medical Center in Duarte, Califórnia, nos Estados Unidos, e publicado no International Journal of Obesity. Mostrou que um farto punhado de amêndoas, cheia de gorduras benéficas é capaz de reduzir o peso. Em seis meses, os pacientes que adotaram diariamente a fruta oleaginosa reduziram 18% do peso e 14% da medida na cintura. O colesterol ruim (LDL) também diminuiu 15% e os triglicérides, 29%. Além das fibras, que afastam a fome por mais tempo, a amêndoa contém ômega-3, gordura do bem que ajuda a estimular os hormônios da saciedade.
 
Outra descoberta da ciência publicada na Applied and Environmental Microbiology é de que as amêndoas são sementes e não frutos como se pensava. Mas o que foi descoberto também é que elas melhoram o processo digestivo e reforçam o sistema imunológico, por aumentarem os níveis de bactérias que auxiliam o trato digestivo. Recentemente, o Intitute of Food Research identificou potenciais efeitos prebióticos das amêndoas, ufa, elas são maravilhosas!
 
Mas, nem tudo são flores ou praticidade, o ideal seria comprar as castanhas em suas cascas e descascá-las no momento do consumo (não briguem comigo!). Isso seria o ideal! Todas as castanhas são compostas basicamente de óleo, e o maior inimigo dele é a luz e o oxigênio. Como são difíceis de achar com casca e nada práticas, siga estas dicas para que elas fiquem ricas em nutrientes por mais tempo: ao comprar as castanhas em potinhos transparentes, prefira os que estão no fundo da prateleira (mais protegidos da luz), evite as com aspecto muito amarelado ou furinhos, armazene na geladeira em um pote escuro (ficam bem conservadas por até dois meses) e prefira as que foram embaladas recentemente.
 
Uma dica importante: Preste atenção no tipo de castanha que foi recomendado em seu Plano Alimentar, pois é comum a confusão. Muitas vezes recomendo castanha do Brasil e meus pacientes compram castanha de caju e comem felizes achando que é a mesma coisa. Cada uma será recomendada para um objetivo específico, portanto consumir a certa fará toda diferença!
 
Não abuse deste alimento, pois são muito calóricos, e seu excesso ao invés de trazer benefícios irá aumentar seu peso corporal. Eu costumo dizer aos meus pacientes para não encarar as castanhas como um alimento, já que todos gostam, pense nelas como um complemento/suplemento e por isso as quantidades devem ser restritas. As castanhas não devem ser consumidas de form abusiva porque podem também desencadear alergias.
 
Abaixo, fiz uma tabela para que você possa visualizar qual nutriente se destaca em cada tipo de castanha:
 
 
**Adaptado da Tabela de Composição dos Alimentos da Unifesp.
(Clique para ampliar)
Fontes:

*Escola Paulista de Medicina – Unifesp. Departamento de Informática em Saúde. Tabela de Composição Química dos Alimentos. 
*Nuts and Plasma Lipids: An Almond-Based Diet Lowers LDL-C while Preserving HDL-C: http://www.jacn.org/content/17/3/285.short
*Effect on Body Weight of a Free 76 Kilojoule (320 Calorie) Daily Supplement of Almonds for Six Months: http://www.jacn.org/content/21/3/275.short
*Investigation of the potential prebiotic properties of almond (Amygdalus communis L.) seeds. G. Mandalari, C. Nueno-Palop, G. Bisignano, M. S.J. Wickham, and A. Narbad. Applied and Environmental Microbiology July 2008. Published online ahead of print 23rd May 2008 doi:10.1128/AEM.00739-08
* For Heart Healthy Antioxidants, Walnut are number one: 
 
 
 
 




Ver TV por muito tempo pode causar diabetes e doenças do coração

2 08 2011

Foi isso que disse um estudo publicado no Journal of the American Medical Association. Ver televisão por muito tempo é o SENDENTARISMO mais prevalente e difundido em países industrializados e está associado a morbimortalidade.

O estudo foi feita por revisão de outras pesquisas já publicadas de 1970 a 2011. E concluíram que:

– Dos oito estudos concluídos, quatro relataram resultados dobre diabetes tipo 2;

– Quatro relataram doenças cardiovasculares;

– Três relataram mortalidade por outras causas;

– O risco de mortalidade por outras causas aumenta ao ver televisão por mais de 3 horas por dia;

– As diferenças estimadas de risco absoluto para cada duas horas ao dia vendo televisão oram de 176 casos de diabetes tipo 2 por 100.000 indivíduos por ano, de 38 casos de doenças cardiovasculares fatal por 100.000 por ano e 104 óbito por mortalidade por todas as causas por 100.000 indivíduos por ano.

Os pesquisadores concluíram que assistir televisão prolongadamente associa-se a risco aumentado de diabetes tipo 2, doenças cardiovascular e mortalidade por outras causas.

Então, já sabe… Levante do sofá, desligue a televisão e vá se exercitar!!!

 

FONTE:

http://www.medicalservices.com.br/





Refrigerante engorda?!?!

14 07 2011

Estudo garante que consumo de refrigerante, mesmo diet, leva ao aumento de gordura abdominal.

 Saiu na Veja da última semana uma matéria que diz o seguinte “ Refrigerantes diet aumentam o acumulo de gordura na cintura”, a matéria também fala sobre o aumento dos riscos de diabetes tipo 2, derrame, doenças cardíacas.

A Veja conta sobre uma pesquisa realizada no Texas com 474 adultos durante quase 10 anos. Os voluntários informaram a quantidade de refrigerante diet ingerido por dia e ainda tiveram a circunferência da cintura, altura e peso medidos em quatro momentos diferentes. Após os 10 anos as pessoas que consumiam refrigerante diet periodicamente tiveram aumento 70% maior que os que não consumiam, e os que beberam dois ou mais refrigerantes por dia 500% mais aumento na cintura.

 

Outras matérias já haviam sido publicadas a respeito do refrigerante diet em vários outros sites e muitos outros estudos feitos.

Mas porque isso acontece?

Alguns estudos apontam que o refrigerante pode enganar o cérebro fazendo com que ele acumule mais gordura, outros dizem que aumentaria a vontade de ingerir alimentos altamente calóricos, causada pelo aumento de consumo de adoçantes.

Outro estudo feito com 16 mil indivíduos durante mais de 9 anos não teve resultados diferentes, segundo os autores os voluntários que bebiam uma lata de refrigerante diet por dia apresentaram aumento de 34% do risco de desenvolver síndrome metabólica (conjunção de problemas como resistência a insulina, colesterol elevado, hipertensão, gordura abdominal).

 

Ainda tem mais…

O aspartame contido nos refrigerantes tem capacidade de elevar a glicemia em jejum, prejudicando mais ainda dos portadores de diabetes.

O gás contido no refrigerante (e qualquer outra bebida gasosa) tem capacidade de aumentar em até 50% o volume do estômago, retardando assim a saciedade.

Além de todos os conservantes e corantes contidos no refrigerante ainda encontramos o ácido fosfórico, uma substância que prejudica a fixação de cálcio nos ossos e dentes (atenção, pais que servem essa bebida as crianças, elas estão em fase de crescimento e o cálcio é mais que essencial).

Contém cafeína, péssima para hipertensos e dar insônia.

 

Opte por sucos e frutas que apesar de conterem mais calorias, tem muito mais vitaminas e minerais importantíssimos para se ter qualidade de vida.

 

Veja em outros sites:

Refrigerantes diet aumentam aculo de gordura na cintura

Refrigerante diet engorda?

Refrigerante pode estar relacionado com ganho de peso