Campanha nacional de combate a fome, obesidade e ao desperdício

31 03 2011

Entre nessa campanha também!!!

Anúncios




Progeto de lei cancelado!!! PL 168/2011

16 03 2011

O projeto de lei que torna obrigatoria a contratação de nutricionistas para todas as escolas de ensino fundamental e médio da rede pública e privada de ensino em todo o território brasileiro (PL 168/2011) teve pedido de cancelamento da mesa da câmara pelo seu próprio autor, o Deputado Wellinton Prado (PT-MG).

 

Porque? Essa é a pergunta…

 

É nítida a importância de nutricionistas para coordenar as cantinas e barzinhos das escolas, é um profissional treinado que saberá quais alimentos escolher, qual a combinação certa, a forma de preparo, as normas de seguração, enfim… para garantir também a saúde da criança na escola e a adesão a hábitos saudáveis no ambiente escolar faz-se necessária a contratação de nutricionistas, no plural ou pelo menos 1 pra cada escola e não 1 para uma cidade inteira.

O Canut enviou um e-mail para o deputado pedindo explicações.

Deixo abaixo os contato do mesmo, para que cada um colabores com críticas.

Para quem tem twitter: http://twitter.com/pradoweliton

Para enviar email: http://www.welitonprado.com.br/faleconosco/

Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100001203877122

Flicker: http://www.flickr.com/photos/welitonprado

Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=mp&uid=13013063635077140928

 

Fontes:

 Canut





Jejum saudável na quaresma

10 03 2011

Segundo o site Auxiliadora, a palavra Quaresma vem do latim quadragésima e é utilizada para designar o período de quarenta dias que antecedem a festa ápice do cristianismo: a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no famoso Domingo de Páscoa. Esta prática data desde o século IV. Ela começa na quarta-feira de cinzas e termina na quinta-feira da Semana Santa e é quando há preparação para a Páscoa.

A Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. Oficialmente, o jejum deve ser feito pelos cristãos batizados, na quarta-feira de cinzas e na sexta-feira santa.

O Rosário Permanente diz que a Igreja prescreve, além do jejum, também a abstinência de carne, que consiste em não comer carne ou derivados, em alguns dias do ano, que variam conforme determinação dos bispos locais.

Praticar a abstinência é privar-se de algo, não só de carne. Por exemplo, se temos o hábito diário de assistir televisão, fumar, etc, vale o sacrifício de abster-se destes itens nesses dias. A obrigação de se abster de carne começa aos 15 anos. A obrigação de jejuar, limitando-se a uma refeição principal e a duas mais ligeiras no decurso do dia, vai dos 21 aos 59 anos. Quem está doente (e também as mulheres grávidas) não está obrigado a jejuar.

 

Pra quem decidir fazer jejum de carne nesses dias aqui vão algumas dicas para manter uma alimentação com todos os nutrientes necessário ao seu organismo e que estão presentes principalmente nas carnes.

Bom, algumas pessoas se permitem comer peixe. E falando com nutricionista é muito bom. O peixe é bem mais saudável que a carne veremelha, tem menos gorduras, é mais leve, dependendo da espécie que escolher possui quantidades significativas de ômega 3, um tipo de gordura que além de ajudar na diminuição de LDL (vulgo “colesterol ruim”) ainda atua no cérebro melhorando a concentração, memória, é antiiflamatório…enfim…peixe é uma ótima opção o ano todo.

Mas para aqueles que não comem carne nenhuma há algumas outras fontes proteicas que também tem seu valor. São elas:

Quinua, que é um cereal riquíssimo em várias vitaminas e minerais. O sabor agradável, na verdade dependendo da preparação nem se percebe o sabor dela.

Leguminosas como feijão, lentilha, ervilha, grão de bico, fava, tremoço. Elas podem ser preparadas de diversas maneiras, possibilitando variar sabores e assim é mais difícil enjoar da receita.

Castanhas do pará, de caju, amêndoas, avelãs, amendoim, nozes, pistache. Que podem ser usadas como petisco, ou associado ao arroz, por exemplo. Atenção para estes alimentos pois são ricos em gorduras que apesar de muito boas agregram grande valor calórico. E também a quantidade de sal ou açúcar e chocolate adicionado, ok!

Sementes de gergelim, linhaça, de girassol e de abóbora. Podem ser usadas em receitas de pães, bolos, tortas, vitaminas, sucos…. E assim como as castanhas deve-se tomar cuidado com aquelas que contem cobertura de sal ou doce, que em excesso fazem bastate mal.

Cereais como arroz, aveia, trigo, milho, centeio e derivados. Estes quando associados corretamente as leguminosas formam proteinas completas, ou seja, com todos os aminoácidos necessários assim como a carne.

 

Essas são algumas dicas que você pode seguir para continuar com a saúde de ferro quando a quaresma terminar.

 

PS: Vale lembrar que meu objetivo não é discutir religião ou costumes, mas orientar a melhor forma de se alimentar seguindo seus princípios.

“Não julgue os outros..cada um sabe o que faz, na hora que faz…você não é Deus, não se esqueça disso, ok!!!”

 

Fontes:

Vida Natural

Rosário Permanente

Auxiliadora





Dieta do 1,2,3

4 03 2011

Simples, super fácil de fazer e eficaz!!!

Começa assim…

Independente do horário que você acordar faça uma refeição (é importante lembrar que dormir demais não é tão bom, além do que vc perde parte do seu dia…gaste seu tempo produzindo, durm somente o necessário, mas tb é claro que se você trabalha durante a noite você tem que dormir durante o dia e enfim..cada um deve adaptar a dieta ao seu cotidiano).

Fez a primeira refeição conte até 3, por exemplo: café da manhã as 6:00 (1,2,3) a minha próxima refeição deverá acontecer as 9:00, depois 12:00, 15:00, 18:00, 21:00….

Assim você identificará quando está com fome e saberá distinguir “fome” de “vontade de comer”.

É claro que o alimento deve ser devidamente escolhido, não dá pra comer arroz com feijão nos 6 horário…

Mas isso é fácil…são 6 refeições, sendo 3 principais e 3 lanches.

1ª:  Café da manha: Pão ou rosca ou bolo ou pão de queijo + leite ou iogurte ou queijo + fruta

2ª: Lanche I: Fruta ou suco de fruta ou barra de cereal

3ª: Almoço: Arroz ou macarrão ou mandioca ou batata + feijão ou lentilha ou ervilha + carne + salada crua + salada cozida

4ª: Lanche II: Pão ou rosca ou bolo + suco de fruta ou fruta

5ª: Jantar: Arroz ou macarrão ou mandioca ou batata + feijão ou lentilha ou ervilha + carne + salada crua + salada cozida (em menor quantidade deo que o almoço)

6ª: Ceia: Leite ou iogurte ou queijo

 

É só tomar cuidado com as quantidades de alimentos se com açúcar ou achocolatado.

 

Antes das 3 horas não é fome, é vontade de comer. Nesses momentos beba um bom copo de água. Muitas vezes essa vontade de comer pode ser sede, sabia!?!? Se não acabar com a vontade, controle-se…

Saiba a quantidade de água que você precisa(clique aqui)

Essa dieta realmente faz efeito e é uma maneira de aderir a hábitos saudáveis.

 

Creditos a Ana Cristina Tomaz Araújo, nutricionista, professora e exemplo de força, determinação e sucesso.





Dúvidas?!?!?

2 03 2011

Pergunte a nutricionista

 Espaço reservado aos leitores que tem alguma duvida sobre alimentação, nutrição, saúde…enfim…

Vou fazer o possível para responder todas as perguntas o mais rápido possível.

Enviem as perguntas para blognutricaoesaude@yahoo.com.br.

 

 Abraços

Juliana Nascimento de Oliveira

Nutricionista





Dúvida da leitora: Primeira sopa do bebê

2 03 2011

Olá, tenho 25 anos e um filho de 4 meses, gostaria de saber qual a alimentação adeuqda para ele, quando devo dar a primeira papinha, sopinha, suco, enfim a primeira refeição.

Há algum alimento proibido?

Obrigada

M.A. São Paulo

 

Obrigada pela confiança M.A.

Creio que essa é uma dúvida de perturba muitas mamães por ai…

Até os 6 meses de idade o ideal é aleitamento materno exclusivo. Isso significa que o bebe deve receber somente o leite da mãe, sem papinha, água, suco, chás…só o leite materno. E o aleitamento materno deve continuar até pelo menos os 2 anos de idade.

Se caso o aleitamento materno não aconteceu ou foi interrompido deve-se usar uma formula infantil. Mas para saber qual a idela para seu bebê somente consultando um nutricionista, para avaliação mais aprofundada.

A partir dos 6 meses a criança já pode receber alimentos.

Começe com suco de frutas. Escolha uma fruta e ofereça o suco. Na proxima vez escolha outra fruta e assim por diante. Mas sempre com uma fruta somente e sem adicionar açúcar, por isso é mlehor escolher as frutas mais doces.

Quando descobrir quais frutas ele gosta e quais não gosta começe a misturar as frutas, coloque 2, depois 3…Assim você descobrirá quais sabores agradam seu bebê e se por ventura ele tiver alergia de algum alimento você descobrirá com maior facilidade.

Como saber se seu bebê gosta de determinado alimento? Pro bebê é tudo novo, sabores novos, texturas novas e às vezes é necessário oferecer mais de uma vez o alimento. O ideal é oferecer umas 10 vezes…se nas 10 ele desprezar, fazer careta ou qualquer ação parecida é porque ele não gosta e não é necessário forçá-lo a comer. Há outros alimentos com os nutrientes do que ele não gosta, não se preocupe.

Nessa fase você já pode começar a oferecer água também. Sempre filtrada ou fervida e em temperatura ambiente, já que os bebês são mais sensíveis que nós.

É importante também que os horários sejam respeitados e que essa introdução não demore muito mais que algumas semanas. Não precisa ficar meses esperimentando frutas, ok!

Quando seu bebê já estiver familiarizado com os sucos, ofereça papinhas de frutas, por exemplo, banana, maçã, mamão, pera, pêsssego, abacate…sempre lembrando de oferecer primeiro sozinho, depois associar as frutas, até porque ele precisa conhecer o sabor das frutas.

“Um dos problemas enfrentados por mães que ofereceram sempre alimentos misturasdos aos filhos é que eles não conhecem o sabor do alimento e tem medo de experimentar, ou se ele tiver alguma alergia tem que retira todos os alimentos e introduzir um por um até descobrir o alérgeno”

 

Não precisa demorar muito também. Depois do perído das frutas, ofereça as verduras e legumes. Da mesma maneira, primeiro 1, depois associados…é legal também que sejam cozidos e amassadinho, já que o bebê não tem dentes ainda…mas assim que os dentes forem nascendo começe a oferecer pedaços um pouco maiores (que caiba na boca da criança), para ela começar a sentir melhor a textura do alimento.

É extremamene importante que você não coloque muito tempero, como eu já disse a criança é mais sensível que nós. E não precisa de muito sal, nem temperos prontos. Opte por ervas tipo cebolinha, salsinha, alho, cebola e outros, mas sempre em pequena quantidade.

Depois dos vegetais você pode também inserir os cereais (macarrão, pão, arroz…), as leguminosas (feijão, lentilha, ervilha…) e as carnes(preferindo sempre as mais magras)

O ideal é variar bastante. Algo perceptível hoje é que a maioria das pessoas só comem arroz, feijão, carne de vaca e salada de alface e tomate. Tenho certeza que se você variar a alimentação de seu filho desde cedo e incentivar esse hábito sempre ele irá ser muito mias saldável e poderá desfrutar de todos os nutrientes dos alimentos “desconhecidos”.

Outras dicas importantes são:

– Não oferecer bolacha recheada. Não é proibido, mas deixe que ele descubra o sabor dela daqui alguns anos.

– Iogurtes e afins, devem ser oferecidos apenas após os 2 anos de idade.

– Refrigerantes são desnecessários. Seu filho não conhece o sabor dele e nem precisa conhecer tão cedo. Há estudos que dizem que compostos dos refrigerantes retiram o cálcio dos ossos, prejudicando o crescimento e acarretando em diversas doenças no futuro.

– Não é necessário ainda colocar achocolatado no leite. Se você começar com leite puro a criança vai gostar dele assim.

– Respeite sempre os horários da alimentação. Café da manha, lanche da manha, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Se começar a oferecer os alimentos na hora errada se filho se adaptara a eles e dificilmente você conseguirá organizá-los depois.

Optar por hábtos saudáveis desde a infância é a melhor maneira de ser um adulto saudável.





Bebidas alcoólicas e suas calorias

1 03 2011

O Carnaval está chegando e o que você escolhe pra beber? Cerveja? Vodka? Água? Refrigerante? Suco?

E nos finais de semana? Qual a sua bebida preferida?

Bom, que o álcool traz alguns prejuízos a saúde todos sabemos. Há quem diga existam pontos positivos, eu não discordo. Seja por lazer ou por qualquer outro motivo é preciso prestar atenção na quantidade, já que contém calorias e MUITAS. 

Agora é só fazer a conta e você saberá quantas calorias bebe em uma noitada. Ai você entenderá porque a barriguinha está começando a aparecer ou porque ela  está cada dia maior.

CALORIAS DAS BEBIDAS ALCOÓLICAS

 

Quantidade

Kcal

Pinga

1/2 copo (100ml)

231

Batidas

1/2 copo (100ml)

251

Cerveja

1 copo (240ml)

101

Cerveja light

Embalagem (360ml)

148

Champagne

1 taça

85

Chopp

1 tulipa (150ml)

90

Cidra

1/2 copo (100ml)

50

Conhaque

1 dose (50ml)

125

Daiquiri

1/2 copo (100ml)

116

Gim

1 dose (30ml)

60

Licores

1 cálice (20ml)

69

Meia de seda

1 copo (240ml)

140

Ponche

1 copo (200ml)

100

Rum

1 copo de 50ml

110

Saquê

1 cálice (30ml)

41

Vermute doce

1 cálice (35ml)

50

Vinho branco doce

1 taça (110ml)

142

Vinho branco seco

1 taça (100ml)

85

Vinho de maçã

1 taça (100ml)

32

Vinho moscatel

1 taça (10ml)

137

Vinho rosé

1 taça (100ml)

74

Vinho tinto

1 taça (100ml)

65

Vodka

1 cálice (30ml)

72

Wisky

1 dose (100ml)

240

 

Não é proibido ingerir bebida alcoólica, mas façam  com moderação, mesmo se não estiverem dirigindo, afinal não é somente em batida de carro que da pra morrer…

 

 

Fonte:

Informação nutricional

Efeitos do alcoolismo