Balão intragástrico

27 09 2011

Balão IntragástricoCom aumento no número de obesos e a preocupação com as complicações da obesidade mais uma técnica está sendo usada. Na minha opinião é uma das melhores intervenções médicas no tratamento da obesidade, já que não oferece tantos ricos como uma gastroplastia (cirurgia de redução de estômago). Mas assim como a gastroplastia e qualquer outro método utilizado para emagrecimento deve-se atentar para REEDUCAÇÃO ALIMENTAR, manter uma dieta saudável com todos os nutrientes necessário fará com que você perca peso e mesmo assim mantenha a saúde, afinal emagrecer não é somente diminuir medidas (saiba melhor aqui)

 

Segundo o Dr. Pablo Miguel, diretor do Centro de Obesidade  a técnica consiste na introdução de uma balão inflável de silicone dentro do estômago por via endoscópica, associado a uma leve sedação. O Balão então é inflado com cerca de 500 a 700ml de soro fisiológico corado com tintura azul de metileno (essa tintura sai na urina, caso haja algum rompimento do balão, possibilitando assim que ele seja retirado imediatamente). O tempo máximo de permanência com o Balão é de 6 meses que é o tempo de garantia do fabricante. A retirada do balão é feita também por endoscopia.

Balão dentro do Estômagobalão intragástrico

O objetivo do balão é que em contato com a parede do estômago (fundo gástrico) estimule os receptores que sinalizam para sistema nervoso central (cérebro) provocando saciedade. O espaço ocupado por ele também diminui o espaço para os alimentos, então a pessoa come menos. Tudo isso gera uma diminuição calórica considerável.

Mas nem só de calorias vive o homem, não é verdade?!?! Precisamos também de nutrientes (vitaminas e minerais), porO BIB flutuando livremente no estômago isso é imprescindível acompanhamento com nutricionista. Só ele poderá quantifica as calorias e distribuí-las de forma que seu metabolismo se mantenha funcionando (o que também facilita a perda de peso) e adequar as vitaminas e minerais essenciais para sucesso do tratamento.

O balão é indicado para pessoas com IMC abaixo de 35Kg/m² que não respondem a tratamento clínico por mais de três anos (mas tem que tentar esses métodos, ok! Não são 3 anos fazendo dieta de revista não!!!). Pacientes obesos com IMC maior que 35 que não podem ser submetidos a cirurgia de obesidade, ou aqueles que não querem se submeter a essas cirurgias.

Calcule seu IMC: Peso/altura², ou seja, Peso/altura x altura

Em todos os casos o acompanhamento com NUTRICIONISTA é MUITO IMPORTANTE!!!

 

FONTE: Centro de Obesidade

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: