Cirrose Hepática

1 04 2011

A cirrose acontece de forma progressiva e é representada por necrose, fibrose e infamação do fígado.

Ela pode acontecer por diversas causas por exemplo, hepatite B, C e D, alcoolismo, doenças metabólicas (galactosemia, hemocromatose, doença de wilson, deficiência da enzima alfa-1-antitripsina) doença biliar, toxicidade de medicamentos e metais pesados e por doença auto imune.

 

De acordo com as causas citadas acima podemos perceber que existes as que independem do indivíduo e causas que são provocadas pela pessoa. Por isso, se você pratica alcoolismo, toma medicamentos sem prescrição médica ou não trata corretamente a sua doença você é um ótimo candidato a cirrose hepática. É bom ficar atento e se preocupar mais com a saúde do seu figado, afinal ele tem várias funções importantíssimas para nosso organismo, veja algumas delas:

– Filtrar e desintoxicar o sangue

– Sintetizar proteina plasmática

– Converter galactose e frutose em glicose

– Produzir a Bile

– Armazenar e liberar o glicogênio

– Converter carboidrato e proetína em gordura

– Armazenar vitaminas, ferro e outros minerais

 

E daí?!?!

Se ele não filtra ou desitoxica o sangue corretamente você ficará com substância toxicas no seu organismo que te farão muito mal. Sem a síntese de proteína plasmática seus músculos ficam fracos, por exemplo. Como ele não converte galactose e frutose em glicose há pouca produção de energia o que piora com o baixo armazenamento e liberação de glicogênio e faz com que durante um exercíco físico você fique fadigado mais rápido, tenha fraqueza. É a bile que emulsifica a gordura (como um detergente faz) facilitando a digestão e metabolização, se a gordura chega “inteira” ao intestino pode acontecer diarréia e, ainda no estômago causa desconforto gástrico podendo provocar até vômitos, além de que algumas vitaminas (A, D, E e K) são transportadas pela gordura que se estiver em falta vai prejudicar também a absorção e utilizãção delas. As vitaminas e minerais (um deles o ferro)  mais uma vez são prejudicados por serem armazenados no fígado, que se estiver doente não o fará, alguns casos chegam a anemia.

 

Ainda pode acontecer varises esofagianas já que o mal funcionamento do fígado causa problemas metabólicos que comprometem o fluxo sanguíneo na veia porta há, então distorção dos vasos sangúineos, hipertensão portal causando as varises que podem ser rompidas resultando em extravasamento de sangue para o trato gastrintestinal. Isso causa dor, anemia, desconforto…

 

Outros sintomas da cirrose são: Icterícia, Ascite e Edemas, Hálito Hepático, Ginecomastias, Esplenomegalia, Febre, Atrofia dos Testículos, Hipertensão Portal, Hepatomegalia, Eritema Palmar, Varises Esofagianas e até o Coma.

 

A cirrose é classificada em 2 formas: COMPENSADA E DESCOMPESADA. A descompesada é a mais grave, pois na compesada parte do figado ainda funciona, mas as duas merecem atenção epecial.

 

O Tratamento do paciente cirrótico deve ser além de médico também nutricional.`

O nutricionista irá adequar os nutrientes como proteína, aminoácidos ramificados e esseciais, vitaminas e minerais, melhorar a digestão para diminuir o desconforto gástrico, oferecer qantidades suficientes de calorias, carboidrato lipídeos, melhorar o desepenho no exercício físico e com isso MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA!!!

Procure um nutricionista, vale a pena!!!

 

 

 

Anúncios

Ações

Information

2 responses

2 08 2011
15 08 2011
Aprecie com moderação « Nutrição e saúde

[…] Cirrose -16.677715 -49.267630 Like this:LikeBe the first to like this post. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: